Apesar de ser extremamente importante para a população, ainda há muitos equívocos acerca da Previdência Social. Isso pode ser notado, por exemplo, quando o assunto em questão é o GPS em atraso, o qual tende a causar bastante confusão nos contribuintes.

Pensando nisso, resolvemos sanar as dúvidas mais frequentes a respeito desse tema no artigo de hoje. Então, acompanhe a gente para saber mais!

GPS em Atraso

GPS em Atraso

O que é GPS?

A Guia da Previdência Social, ou simplesmente GPS, nada mais é do que a forma empregada pela Receita Federal para o recolhimento dos impostos previdenciários.

Esse documento é caracterizado pela grande abrangência, uma vez que ele pode ser utilizado tanto por profissionais autônomos e liberais quanto por organizações empresariais. Além disso, os colaboradores facultativos e os trabalhadores avulsos também podem realizar o pagamento das suas contribuições por meio dessa guia.

Veja também:

GPS em Atraso

Para os casos em que o GPS se encontra atrasado há mais de 05 anos, é necessário que o contribuinte se dirija a um dos postos de atendimento da Previdência Social. Isso porque algumas situações exigem alíquotas diferenciadas, enquanto outras não requerem mais o pagamento do imposto em atraso.

Para as contribuições que não estiverem em débito há tanto tempo, por outro lado, pode-se emitir uma nova guia de pagamento por meio da internet. Veja como fazer isso a seguir.

Como Atualizar GPS em Atraso?

Quando o pagamento do GPS não é realizado dentro do prazo estabelecido, é necessário atualizar a guia antes de quitá-la.

A fim disso é preciso:

  • Entre no portal eletrônico do INSS, ao acessar este atalho;
  • Na coluna “Serviços”, clique em “Guia da Previdência Social”;
  • Clique em “Calcular Guia/Carnê”;
  • Escolha a opção que condiga com a sua modalidade;
  • Indique os dados pessoais que serão solicitados;
  • Valide a página, informando o captcha apontado;
  • Confirme as suas informações, caso todas estejam corretas;
  • Indique as competências que deseja atualizar e os salários correspondentes às mesmas;
  • Indique o seu algoritmo de pagamento e a melhor data para o vencimento do boleto a ser gerado;
  • Clique em “Continuar” e veja os novos valores.

Observação: caso o contribuinte não saiba ou tenha se esquecido do código de receita destinado à sua categoria, ele poderá consultá-lo na relação que a Receita Federal disponibiliza, ao acessar esta página.

Como Emitir a GUIA GPS?

Para a emissão da Guia GPS, é necessária a realização do mesmo procedimento descrito acima. A única diferença é que, depois de ter obtido os valores atualizados, o indivíduo deverá:

  • Selecionar as competências que deseja incluir no boleto;
  • Clicar em “Gerar GPS”;
  • Imprimir a guia e saldá-la até a sua data-limite.

Outras Informações sobre o GPS

Para outros dados a respeito do funcionamento do GPS, pode-se entrar em contato com a central de atendimento da Previdência Social, ligando para o número 135. O SAC funciona de segunda-feira a sábado, das 7h às 22h, e recebe telefonemas tanto de aparelhos fixos e públicos quanto de celulares – para os últimos, é cobrado o valor de uma ligação local.

1 vote, average: 5,00 out of 51 vote, average: 5,00 out of 51 vote, average: 5,00 out of 51 vote, average: 5,00 out of 51 vote, average: 5,00 out of 5 (1 votes, average: 5,00 out of 5, rated)
Loading...