O trabalhador brasileiro está entre um dos que mais possui benefícios a seu favor. Um dos benefícios mais importante neste leque de benefícios organizado pelo Governo Federal é o seguro desemprego. Trata-se de um benefício que ajudará a manter as despesas de sua casa ou família enquanto não é admitido novamente no mercado de trabalho. Ao está prestes a requisitar o benefício, uma das perguntas mais comum é: qual o valor do seguro desemprego 2018. Então, quer saber como realizar o cálculo?

Valor Seguro Desemprego 2018

Valor do seguro desemprego 2018 – cálculo do seguro desemprego


Seguro desemprego 2018

O seguro desemprego é um benefício de caráter temporário fornecido organizado pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social, conhecido pela sigla MTPS. Por sua vez, este benefício é garantido por lei. Ele possui o objetivo de auxiliar os trabalhadores que foram recentemente demitidos sem uma causa justa. O benefício garante a seguridade da quitação de suas despesas, daí o nome seguro desemprego 2018.

Fique atento também ao valor do seguro desemprego 2019, divulgado pelo Ministério do Trabalho, em parceria com a Caixa Econômica Federal.


Valor do Seguro Desemprego 2018

O valor do seguro desemprego 2018 varia de pessoa para pessoa. Ele pode variar de acordo com o valor do salário registrado na carteira de trabalho daquele trabalhador que foi demitido. Para o cálculo do valor, leva-se em consideração os últimos 3 salários recebidos pelo trabalhador.

No entanto, há algumas regras garantidas para a definição do valor do seguro desemprego. O menor valor da parcela deste benefício não pode ser menos que o piso salarial nacional. Atualmente, o valor do piso salário está em R$954. A quantia da maior parcela do seguro desemprego está cotado em R$1.643,72.


Cálculo do Valor do Seguro Desemprego 2018

O cálculo do valor do Seguro Desemprego 2018 será feito levando em conta as seguintes regras:

  1. Caso o salário mensal do trabalhador tenha sido inferior a R$ 1.360,70 ao mês, o valor da parcela do seguro desemprego será multiplicado por 0,8;
  2. Caso o valor do salário mensal do trabalhador esteja entre R$ 1.360,71 e R$ 2.268,05, o valor do seguro desemprego será de R$ 1088,56 somado a 0.5x o que exceder R$ 1.360,70;
  3. Caso o salário mensal do trabalhador seja acima de R$ 2.268,05, o valor da parcela do seguro desemprego será de R$ 1.542,24.
Cálculo seguro desemprego 2018

Cálculo seguro desemprego 2018

Atenção: Se o resultado da conta for inferior a 1  salário mínimo, o trabalhador recebera sempre o valor do salário mínimo atual (R$ 954,00).


Quem tem direito ao seguro desemprego 2018

Uma dúvida comum é sobre quem tem direito ao seguro desemprego. Embora não pareça, as respostas são muito simples.

Quem tem direito ao Seguro Desemprego 2018

Quem tem direito ao Seguro Desemprego 2018

Para ter acesso a este importante benefício é preciso que obedeça à algumas regras, como citaremos abaixo:

  • Ter sido demitido sem justa causa;
  • Ter exercido atividade remunerada para pessoa física por, no mínimo, 6 meses;
  • Se já tiver recebido algum benefício, o seguro desemprego só pode ser requisitado se estes benefícios for pensão por morte ou auxílio doença;
  • Trabalhador que foi resgatado em condição similar à de escravo;
  • Pescador profissional em meio ao período de defeso.

Confira se as empregadas domésticas tem direito ao seguro desemprego.


Onde Receber o Seguro Desemprego

Como o seguro desemprego é um benefício administrado pela Caixa Econômica Federal, apenas pode ser recebido indo até uma agência deste banco.

Você pode sacar o auxílio Desemprego 2019 nos seguintes pontos de atediamento:

  • No atendimento de agências da Caixa Econômica Federal;
  • Nos terminais de autoatendimento da CEF;
  • Em toda a rede de lotéricas conveniadas Caixa;
  • Em postos de atendimento Caixa AQUI.

Para receber no autoatendimento da Caixa é preciso ter o cartão cidadão e a senha cadastrada. Ou então, caso seja correntista, o valor pode ser depositado diretamente na conta do titular.

Lotéricas e correspondente Caixa Aqui para realizar o saque do seguro desemprego pode pedir algum documento de identificação do titular do cartão, seja a carteira de identidade, carteira de trabalho ou carteira nacional de habilitação (CNH).

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (9 votes, average: 4,56 out of 5)
Loading...