Valor do Seguro Desemprego 2019 – O Seguro Desemprego é um dos mais importantes amparos financeiros exercido pelo Governo Federal para auxiliar os trabalhadores desempregados. Trata-se de um benefício temporário que permite ao cidadão desempregado os meios necessários para que possa se sustentar, assim como a sua família e arcar com as suas despesas enquanto procura por uma nova oportunidade de trabalho.

Como o Seguro Desemprego passou por várias transformações é importante que você conheça para que possa contar com este importante auxílio caso venha a ficar sem trabalho. Confira a seguir todos os detalhes sobre o Valor do Seguro Desemprego 2019 e todos os detalhes.

Valor do Seguro Desemprego 2019

Valor do Seguro Desemprego 2019


Valor do Seguro Desemprego

O Seguro Desemprego é um benefício concedido pelo Governo Federal por meio do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) aos trabalhadores que sofreram dispensa de seus postos de trabalho e que, portanto, necessitam de um auxílio temporário.

Curiosamente, o Seguro Desemprego já era previsto na Constituição Federal de 1946, porém só entrou em vigor a partir de 1986 quando José Sarney era o então presidente da República.

Todavia, deve-se lembrar que nem todos os trabalhadores tem direito ao Seguro Desemprego, pois o programa possui regras específicas direcionadas a um público-alvo específico, ou seja, o benefício é direcionado aquela parcela de profissionais que foram dispensados sem justa causa pelos seus empregadores.

Em outras palavras, se você pediu demissão do seu emprego não terá direito ao seguro. Veja a seguir quais são todos os critérios estabelecidos pelo Governo Federal para a concessão do benefício.

valor-do-seguro-desemprego

Valor do Seguro Desemprego


Quem pode receber o Seguro Desemprego

Os trabalhadores que recentemente sofreram com a perda de seus empregos poderão solicitar o benefício concedido pelo Seguro Desemprego 2019 desde que atendam as seguintes condições:

  • Ter sofrido a demissão sem justa causa
  • Não estar recebendo nenhum tipo de auxílio desemprego, com exceção dos casos de pensão por morte e auxílio-acidente
  • Não contar com nenhuma outra renda que lhe permita sustentar a si próprio ou a sua família
  • Ter trabalhado com carteira assinada
  • Ter recebido as remunerações devidamente pagas pelo seu empregador referente aos 12 meses de trabalho realizado a partir do primeiro mês de atividades
  • Contar com o tempo mínimo necessário de carteira de trabalho assinada para fazer a solicitação
  • Não receber nenhum modelo de benefício previdenciário de prestação continuada
  • Não ter nenhum tipo de sociedade ou mesmo participação nos lucros de empresas
  • Contar com um intervalo mínimo de 16 meses de solicitação entre um benefício de Seguro Desemprego e outro.
  • No caso de trabalhadores rurais, estes devem ter trabalhado um período mínimo de 15 meses com a carteira devidamente assinada nos dois últimos anos.
Quem tem direito ao Seguro Desemprego

Quem tem direito ao Seguro Desemprego


Cálculo Seguro Desemprego

Para saber exatamente o valor das parcelas a serem recebidas é só observar o valor do salário de sua remuneração e o respectivo cálculo do Seguro Desemprego.

  • Se você recebia até R$ 1.360,70 deverá multiplicar o valor da sua remuneração por 0.8%
  • Se você recebia entre R$ 1.360,71 e R$ 2.268,05 deverá multiplicar o valor da sua remuneração por 0.5% e somar com 1.088,56
  • Se você recebia acima de R$ 2.268,05 receberá apenas R$ 1.542,24.

Sabendo disso, é só observar o tempo de trabalho realizado com a carteira assinada para conhecer o número de parcelas do benefício a ser recebido que de acordo com as novas regras do programa ficou assim definido:

  • Primeira solicitação – Deverá ter trabalhado pelo menos 12 meses para ter direito a 04 parcelas (se trabalhou entre 12 e 23 meses) ou 05 parcelas (se trabalhou mais de 24 meses)
  • Segunda solicitação – Deverá ter trabalhado no mínimo 9 meses para receber 3 parcelas (se trabalhou entre 9 e 11 meses), 4 parcelas (se trabalhou entre 12 e 23 meses) e 5 parcelas (se trabalhou mais de 24 meses).
  • Terceira solicitação – Deverá ter trabalhado no mínimo 6 meses para receber 3 parcelas (se trabalhou entre 6 e 11 meses), 4 parcelas (se trabalhou entre 12 e 23 meses) e 5 parcelas (se trabalhou mais de 24 meses).

calculo-seguro-desemprego


Consulta Valor do Seguro Desemprego

A consulta pode ser realizada diretamente no site da Caixa neste link (https://sisgr.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01). É só fazer o login com o seu NIS e senha, clicar no botão “Ok” e depois verificar os detalhes no menu Seguro Desemprego.

consulta-seguro-desemprego

Gostou? Então deixe a sua curtida no botão abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...