O Seguro Desemprego é um benefício de assistência ao trabalhador que beneficia milhares de pessoas estão perdendo os seus trabalhos e necessitam desse auxílio do Governo para conseguirem se manter, já sem a renda do antigo emprego para ajudar. Ele serve justamente para evitar que esse fique desamparado ao perder seu trabalho. Porém é muito importante também que o trabalhador entenda como funciona essa fonte de renda: o cálculo do seguro desemprego varia de acordo com a renda e como o número de meses trabalhados.

Cálculo Seguro Desemprego

Cálculo Seguro Desemprego

Para quem recebe o Seguro Desemprego, umas das ações mais importantes a ser feita é o Cálculo desse incentivo, o qual, vai definir o quanto você vai ganhar, baseado em seu salário e no tempo de serviço no último emprego.

Como fazer o cálculo seguro desemprego

O Governo impõe uma fórmula de pagamento do seguro desemprego para não estourar o limite orçamentário disponível apenas para dar esse incentivo à população que está desempregado no Brasil.

Por isso, um primeiro fato que é necessário saber sobre o cálculo de seguro é que existe um limite quanto a esse pagamento, sendo o máximo que cada pessoa pode receber do Governo em um mês é o valor de R$ 1.385, 91, mesmo para quem o cálculo desse acima dessa faixa, irá receber 1386,91, um limite estabelecido em cima de algumas contas, as quais, preveem quanto é o máximo que o Governo pode gastar nesse benefício.

Além disso, é importante saber propriamente de que forma é feita a conta que determina quanto se irá receber do Governo Federal, assim, pode-se realizar um planejamento financeiro melhor em cima desse valor pré-definido.

Para se realizar essa conta, deve-se pegar a média salarial dos três últimos meses que o trabalhador teve e multiplicar por um número, o qual, é definido de acordo com a sua faixa salarial e o tempo de emprego que o trabalhador possui.

Para quem ganha abaixo de 1.222,77, o valor a ser recebido do seguro salarial será de 80% da média salarial dos últimos três meses. Já para quem entre 1.222,78 a 2.038,15, o seguro desemprego será calculado multiplicando 0,5 em cima da média salarial dos últimos três meses.

Dessa forma, por exemplo, se você ganha 2000 mil reais, o seu cálculo será de 2000 vezes 0.5, assim, o seu seguro desemprego vai ser de 1000 reais. Por fim, para quem ganha mais que 2.038,15, não existe cálculo sobre o seguro desemprego, já que há um pagamento fixo de 1.385,91.

Essa é uma forma de distribuir de uma maneira mais adequada os valores acumulados pelo Governo para quem está desempregado. Como quem recebe mais, paga mais impostos e por isso acabando sendo compensado com um seguro desemprego mais alto. Já quem tem um salário o menor, tem um nível de vida mais baixo e com isso, consegue sobreviver e ter uma qualidade de vida boa mesmo não ganhando tanto pelo Seguro Desemprego 2017.

Cálculo parcelas seguro desemprego

As parcelas do seguro desemprego são calculadas de acordo com o tempo de serviço com carteira assinada, e o número de solicitações do seguro desemprego. Confira abaixo como calcular as parcelas do auxílio desemprego.

como-dar-entrada-no-seguro-desemprego

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (13 votes, average: 3,92 out of 5)
Loading...